Skip to Store Area:

Loja Virtual

MONGES E MONJAS CISTERCIENSES, PEQUENA INTRODUÇÃO À VIDA MONÁSTICA - Vanderlei de Lima

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

MONGES E MONJAS CISTERCIENSES, PEQUENA INTRODUÇÃO À VIDA MONÁSTICA - Vanderlei de Lima

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

R$28,00
Acrescentar itens ao carrinho Comprar

Descrição Rápida

Vanderlei de Lima é certificado em Filosofia pela Escola Mater Ecclesiae (Rio de Janeiro, RJ), graduado na mesma disciplina pela PUC-Campinas (SP). Cursou em nível de extensão: Bioética e Tecnociências; Direito e Punição, ambos na PUC-Campinas; Parapsicologia (Faculdade de Educação de Guaratinguetá/Centro Latino Americano de Parapsicologia, São Paulo, SP.); O Conhecimento Através do Corpo: uma abordagem filosofia (Centro Universitário Claretiano de Batatais, SP.). É pós-graduando em Psicopedagogia no processo Ensino-Aprendizagem também pelo Ceuclar de Batatais. Com mais de uma centena de artigos e cartas publicados em jornais e sites diversos, lançou, em 2008, pela Editora COMDEUS, São José dos Campos, SP, o livro Opus Dei: um envolvente estudo a partir das críticas, 170 p. Tal livro mereceu do Santo Padre Bento XVI a Bênção Apostólica ao autor em carta assinada por monsenhor Gabriele Caccia, da Secretaria de Estado do Vaticano, datada de 25/05/09. Atualmente, Vanderlei de Lima dirige a revista eletrônica Refletindo que debate questões atuais à luz da fé católica, auxiliado por uma equipe editorial, atingindo grande número de leitores no Brasil e no Exterior e prepara o livro Revolucionar a Igreja, a ser publicado em breve.

Monges e monjas cistercienses, Pequena introdução à vida monástica

São Paulo/SP - Ed. Ixtlan, 2015 ISBN: 978-85-8197-375-3

1.Religião 2.Monastério 3.Monges CDD 200

 



Esta obra de Vanderlei de Lima, com longo Prefácio do Cardeal Dom Orani João Tempesta, O. Cist., Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ), perfaz o seguinte roteiro em seis capítulos.

Tem início com os chamados “pais” e “mães” do deserto, ou eremitas, que se retiravam para a solidão desde o começo do Cristianismo, mas, de um modo especial, a partir do século III, a fim de aí servirem a Deus no silêncio, na oração e no trabalho manual (cap. 1).

Passa por São Bento de Núrsia, grande patriarca dos monges do Ocidente e Patrono da Europa, século VI (cap 2), e chega, finalmente, à fundação de Cister, no século XI, por obra de São Roberto de Molesmes, Santo Alberico e Santo Estêvão Harding (cap. 3), sem se esquecer, obviamente, do grande impulso dado à Ordem por São Bernardo de Claraval (cap. 4).

Feito esse percurso, são analisados alguns grandes pontos da espiritualidade cisterciense (cap. 5) bem como é proposta uma importante mensagem a cada leitor(a): sem deixar sua vida, sua família e seu trabalho cotidiano, é possível ser um(a) cisterciense no mundo como oblato(a) secular, ligando-se pelo vínculo da oblação a um mosteiro masculino ou feminino, pois ambos acolhem homens e mulheres na condição de oblatos (cap. 6).

É uma chave para abrir a porta da clausura do maravilhoso mundo dos monges e monjas cistercienses, presentes no Brasil a partir de 1936. Leitura acessível antecedida de um vocabulário das palavras menos conhecidas encontradas no corpo do livro.

 

Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.