Skip to Store Area:

Loja Virtual

CONTOS POPULARES RUSSOS - Tradução: Miriam da Conceição Vilanova

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

CONTOS POPULARES RUSSOS - Tradução: Miriam da Conceição Vilanova

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

R$28,00
Acrescentar itens ao carrinho Comprar

Descrição Rápida

Contos Populares Russos / Título original  Русские Народные Сказки  – São Paulo/SP - Ed. Ixtlan - 2014  

ISBN:  978-85-8197-238-1 - 1.Contos Russos 2.Título - CDD 890  

 



As histórias que tratam de maravilhas e prodígios, em que os heróis, são príncipes e princesas ou humildes artesãos, mercadores e servos da gleba de mistura com gênios, bruxas e animais dotados de poderes mágicos, são queridas desde tempos remotos pelos russos de todas as idades.

Nas palavras de N. Novikova, pesquisadora que se ocupou deste tema, “antes de tudo, a skazka (do verbo russo skazat’ ─ dizer), qualquer que ela seja, educa e ensina. Como uma das formas do folclore, encerra princípios morais elevados, valores de comportamento e ideais estéticos do povo. ... Espelha a concepção que um povo tem da natureza, suas noções de religião, de estética, e é riqueza social e cultural.”

Nesses contos refletem-se os sonhos do camponês, transformado em príncipe; da órfã diligente e afável, que nunca deixa de ter sua virtude premiada; do simples, que ao revés de todas as expectativas em contrário, mostra-se capaz de realizar intrincadas proezas.

Neles encontramos a isbá humilde, o enorme fogão que aquece durante o longo inverno a família, a floresta escura com seus altos pinheiros e carvalhos, perfumosas tílias e graciosas bétulas, os rios e lagos onde habitam criaturas mágicas, os campos de centeio onde labuta o mujique.

Os animais são amigos do homem, falam com voz humana, recompensam os favores recebidos. Há gênios e feiticeiras, mas os heróis e heroínas alcançam o feliz desfecho de suas aventuras por méritos próprios como bravura, tenacidade, vigor, sagacidade, bondade.

Neles há sempre o princípio moralizante de castigar a maldade e premiar a boa ação.

Grande compilador dessas histórias foi Aleksandr Nikoláievitch Afanássiev (1826 – 1871). Viajando pelo país ele reuniu para mais de meio milhar de skazkas, que viriam a influenciar artistas como os pintores Basnetsóv e Bilibin, eminentes escritores russos como Púshkin, Liérmontov, Gógol; os poetas Blok e Iessénin; vários autores de histórias infantis, tais como A. N. Tolstói, M. Bulatov, T. Gabbe ─ a todos encantando com a poética concepção da natureza entre os eslavos, o humor, a técnica de composição das histórias. Repassadas de geração a geração entre o povo, essas histórias eram naturalmente bem conhecidas das amas, que as contavam para os filhinhos dos nobres.

Os quinze contos aqui traduzidos provêm de recomposições dos autores:

      Aleksiei Nikoláievitch Tolstói ­─ A menina da neve, A cuca, Ivan e Mária, Príncipe Ivan e Rubra Rúbia, Os galos, O pássaro de fogo, Miudinha, Aliônushka, Os gansos- cisnes, O nabo, O mujique e o urso.

     M. Bulátov ─ Morozko, o Frio;

     T. Gabbe Vassilissa, a Sábia;

     A. Netcháiev A flauta mágica;

     M. G. Vatáguin A menina de sete anos.

Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.