Skip to Store Area:

Loja Virtual

A GUERRA E EU - Márcio J. S. Lima

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

A GUERRA E EU - Márcio J. S. Lima

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

R$36,00
Acrescentar itens ao carrinho Comprar

Descrição Rápida

Márcio J. S. Lima, geminiano apaixonado por leitura e escrita. Possui graduação em História e Filosofia com Mestrado em Filosofia e Pós-graduação em História do Brasil. Atualmente está terminando doutorado em Filosofia. É leitor de grandes nomes da filosofia e da literatura como: Nietzsche, Heidegger, Foucault, Kafka, Goethe, Álvares de Azevedo, Machado de Assis, Augusto dos Anjos, entre outros. Além de escrever contos e poemas, realiza pesquisas sobre o pensamento de Nietzsche, Sociedades Secretas, Modernidade e Pós-modernidade. É autor das obras: O Mundo Recôndito das Sociedades Secretas (História) e Ecos do Caos (Poemas). A Guerra e Eu é seu primeiro romance.



O anti-herói da narrativa é um verdadeiro experimento literário que exerce um tipo de guinada psicológica em relação a toda violência que se tornou rotineira no Ocidente contemporâneo. O autor parece ter elaborado um tipo de armadilha que pega em flagrante o leitor quando passa a aprovar ou justificar uma face distinta de um terrorismo até o momento desconhecido. Mas esse é um problema que fica para o leitor, dado que a realidade é que o texto antevê muitas das possibilidades do terrorismo, inclusive uma nova e talvez futura modalidade [!!!] desprovida do corriqueiro fanatismo religioso, ideia que acaba lançando uma hipótese do que seria a verdadeira origem desse fenômeno.

Além da riqueza bibliográfica que atravessa todo o texto – algo que não é surpresa se atentarmos para a formação historiográfica do autor – percebe-se uma preocupação constante que não se limita à simples explanação informativa da problemática Ocidente/Oriente. Muito além de narrar uma série de acontecimentos que delinearam a conjuntura geopolítica atual, a crítica constante aos diversos fatores que levaram a essa situação é uma característica muito marcante da narrativa. Sendo assim, A guerra e Eu é um exemplo perfeito de literatura “não linear”, já que trabalha muito bem com a pluralidade perspectivista que ultrapassa as barreiras individuais dos protagonistas, lançando uma série de teorias sobre a complexidade do real, lembrando o estilo de escrita dos clássicos literários russos.

Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.