Skip to Store Area:

Loja Virtual

A DIVINA PANACEIA: CURA DE TODOS OS MALES - AC de Paula

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

A DIVINA PANACEIA: CURA DE TODOS OS MALES - AC de Paula

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

R$29,00
Acrescentar itens ao carrinho Comprar

Descrição Rápida

AC DE PAULA Aluno do CLIPE POESIA 2020 Casa das Rosas, poeta e compositor há vários anos na estrada dos artistas independentes premiado em diversos concursos literários e festivais de MPB. É autor de BLACK SAMBA (AC de Paula & Voltaire) clássico do samba-rock, sucesso dos anos 70, que vendeu mais de 200mil cópias, e BLOCO MARAVILHA (AC de Paula & Voltaire), musica que fez parte da trilha do filme estrelado pela cantora Rosemary e John Herbert. Tem músicas gravadas por JAIR RODRIGUES, DIMI ZUMQUÊ, FRANCO, ZÉ ALEXANDRE, DIORGEM JUNIOR, TAVINHO LIMMA, BETO SCALA, D’CARLOS, CARMEM JOIA, SÃO BETO, classificações em diversos festivais como: FENAC-MG,ANDRADAS-MG,CRUZILIA-MG,  FAM RIBEIRÃO PRETO (SP),  FESTIFOR (FORMIGA MG), ATIBAIA (SP) , MAUÁ-SP, CANTO POR TI (SP), PARAGUAÇU (MG), FEMUPI (PIRAI RJ) EXPOSAMBA(SP), BARUERI (SP);  entre outros.  Foi por dois anos membro da Comissão Julgadora do Concurso de Poesias Brasil dos Reis, em Angra dos Reis-RJ, integrou o júri do Primeiro Festival de MPB online em 2020. Publicou em diversas antologias a mais recente Longe de Monte Carlo revista coletiva publicada pelos alunos do CLIPE POESIA 2020. Autor dos livros VÔ SEM PARAFUSO; e OLHOS DE MENTA lançados na Bienal Internacional de São Paulo em 2014, além de POLICROMIA; VENDER VENCER, ESTRADAS E CANÇÕES,  ALFREDO GOMES (biografia), A DAMA DE AZUL (teatro).

A divina panaceia: cura de todos os males – São Paulo/SP - Ed. Ixtlan - 2020

ISBN: 978-65-86338-40-9 - Teatro 2. Teatro brasileiro - CDD B869.2



A DIVINA PANACEIA - CURA DE TODOS OS MALES é o primeiro texto teatral do autor AC de Paula e contempla a fibra de que é feita a minoria menos privilegiada da sociedade que controla as rédeas do alazão da vida e forja a sua estrela no fogo da esperança, fazendo da arte e da sua arte de viver a CURA DE TODOS OS MALES.  Este trabalho é dedicado a todos os artistas independentes que calçam as luvas dos sonhos para dar soco na ponta da faca da realidade. O texto costurado com músicas que dele fazem parte integrante contagia evidenciado uma sensibilidade poética que reveste os diálogos impregnados de lirismo que às vezes resvalam pelo humor, e outras, cortam feito navalha afiada na pedra do cotidiano  fazendo sangrar mazelas conduzindo a trama de forma contagiante, despertando emoções e integrando leitores, elenco e plateia.  MALAQUIAS é um componente da ala de compositores da Escola de Samba Dias Melhores Virão, artista independente típico migrante afrodescendente que veio para o sul maravilha em busca de uma oportunidade, e que após um período de trabalho na construção civil interrompido devido a um acidente, decidiu ser um operário da arte dedicando-se de corpo e alma à musica e à poesia mesmo sabendo que entre o pão e a poesia, por questão de sobrevivência deve prevalecer o pão!  O destino uniu o poeta e DEUSDETE mulher de temperamento forte, mãe de seu filho, bonita, inteligente mas “sem expediente”, que acalenta um sonho mas no entanto, enquanto não muda sua forma de pensar tomando a atitude necessária, vive em constante conflito com o marido que sofre as agruras a que estão sujeitos os artistas populares, que não foram premiados com o toque mágico da mídia.  J.FERRO é um político honesto ligado à comunidade que em defesa aos interesses do seu eleitorado vive batendo de frente com o sistema,  FARO FINO é um apresentador de programa popular, falastrão e carismático sempre a procura de assunto estranho  e espetacular que renda boa audiência. BERIMBAU é um misterioso catador de recicláveis, articulado e inteligente que carrega um segredo que quando revelado vai conduzir a trama para um desfecho surpreendente. 

Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.